Biópsia de Próstata

O que é este exame e para que serve?
A biópsia é um exame onde o Urologista retira pequenos fragmentos de tecido da próstata.
O tecido retirado é enviado a um médico patologista, que fará a análise microscópica do material, e fornecerá o diagnóstico patológico.
O exame serve para confirmar ou afastar a suspeita clínica de câncer da próstata.

Como é feito?
A biópsia é indolor, pois é feita sob anestesia tipo sedação, realizada por um médico anestesista.
O aparelho de ultrassom mapeia as porções da próstata que devem ser biopsiadas, e várias diminutas amostras de tecido são retiradas com uma agulha especial.

Recomendações para antes e depois do exame:
O preparo para este exame requer jejum de doze horas e o uso de antibiótico para prevenir infecção urinária.
Para evitar sangramentos, o paciente deve suspender o uso de medicações que contenham ácido acetilsalicílico (aspirina) ou anticoagulantes por sete dias antes da biópsia.
Após a biópsia o paciente não deve dirigir, e deve permanecer em repouso domiciliar por um dia.
Três dias depois da biópsia o paciente pode retornar normalmente às suas atividades diárias, sem nenhuma recomendação adicional.

Precauções e riscos deste exame:
Raramente alguns pacientes podem apresentar pequena quantidade de sangue na urina ou nas fezes.
Quase todos os pacientes apresentam sangue no esperma durante alguns dias, sem maiores consequências.
Há um pequeno risco de infecção, e em caso de febre alta o médico deve ser notificado imediatamente.