ATUAÇÃO

DERMATOLOGIA CLÍNICA E CIRÚRGICA


Por se dedicarem exclusivamente aos cuidados com a pele, cabelos, pelos e unhas, os dermatologistas sabem a importância da pele saudável para uma vida saudável.

A Dermatologia Clínica e Preventiva é responsável pelo diagnóstico, prevenção ou tratamento das doenças e problemas que atingem a pele e seus anexos. Vale ressaltar que o câncer da pele é o tipo de câncer mais frequente no Brasil e é preciso saber reconhecer os primeiros sinais de alerta. O dermatologista é o profissional mais indicado para esta tarefa e para tal conta com um exame chamado Dermatoscopia, que permite avaliar tanto lesões pigmentadas da pele, as chamadas pintas, como lesões não pigmentadas. Com isso, podemos dizer se uma pinta tem chance de ser um tumor maligno, denominado de melanoma, ou seja, atuar na prevenção do câncer de pele. A partir desse exame, podemos ainda dizer para uma pessoa com muitas pintas quais devem ser removidas, além de evitar a retirada desnecessária de uma lesão em uma criança, por termos a certeza de benignidade, por exemplo. Para chegar ao diagnóstico dessas lesões, é usado o dermatoscópio, aparelho que permite ampliar a imagem da pele, proporcionando uma visão em profundidade, facilitando a análise e documentação das manchas e ou pintas, especialmente quando existe a necessidade de acompanhar a evolução do quadro clínico. E a Cirurgia Dermatológica é uma área da Dermatologia que abrange todos os procedimentos realizados na pele ou no tecido subcutâneo.

DERMATOLOGIA COSMIÁTRICA


A Cosmiatria é a área da medicina que estuda e trata da beleza de forma ampla, ética e profissional. A Dermatologia Cosmiátrica, popularmente chamada de Dermatologia Estética, usa o conceito de cosmiatria para realizar procedimentos e tratamentos clínicos que tenham como finalidade a manutenção da beleza e a melhora da aparência da pele e seus anexos. É importante salientar que procedimentos cosmiátricos são por definição procedimentos médicos. É um engano acreditar que esses procedimentos são simples, fáceis de realizar e livres de riscos. Escolher um dermatologista qualificado para realizar o procedimento é sempre muito importante devido seu conhecimento ímpar sobre as características da pele e anexos.